quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Capítulo 12

Nossos lábios se tocaram. Senti algo diferente da parte dela, como se ela estivesse mais entregue. Naquele momento ela era minha. Só minha. E nada mais me importava.
Peguei-a pelas costas e pela parte posterior das pernas e a segurei no colo, ela recostou a cabeça no meu peito enquanto eu caminhava em direção ao quarto. Aquela noite tinha uma atmosfera diferente. Iria ser com certeza muito especial.
A soltei lentamente sobre a cama, ela me olhava fixamente com um ar risonho.
- Você está tentando me enlouquecer? – perguntei com o meu corpo sobre o dela.
- Talvez sim... – ela soltou uma gargalhada.
Ela ficava ainda mais linda sorrindo, isso era incontestável. Soltei o laço do Hobby dela e tive uma deliciosa surpresa. Ela não estava de camisola, nem de sutiã. Ela já havia batido na minha casa com aquela intenção. Beijei a barriga dela e subi até os seios mordendo-os, ela arqueou as costas visivelmente excitada e cravou as unhas no meu pescoço. Retirei minha própria camiseta, ela tramou as pernas nas minhas costas me puxou para si e rolou para cima do meu corpo em um único impulso.
Ela permaneceu sentada sobre o meu corpo, retirou o hobby enrolou-o e colocou sobre os meus olhos, como uma venda.
- Porque está fazendo isso?
- É só para deixar a brincadeira mais interessante... – ela falou pertinho do ouvido.
- Ainda mais? – levantei a “venda” e pisquei para ela.
Ela sorriu e indicou para que eu me sentasse mais perto da parte superior da cama puxou a venda para baixo tapando os meus olhos novamente. Beijou o meu pescoço e mordeu a minha orelha. Ela ficou em pé sobre a cama, pegou as minhas mãos e colocou na própria cintura e deslizou-as para baixo, puxando junto sua calcinha, ela tirou-a e jogou em algum canto que eu não consegui identificar no momento qual foi, mas isso era o que menos me importava. Ela abriu os botões da minha calça e foi lentamente se abaixando sobre o meu membro ereto. Eu nunca havia sentido nada como isso. Era um misto de excitação e puro prazer. Nenhuma mulher havia me feito sentir assim, isso era um dom exclusivo de Vanessa. Estávamos novamente ali, suados e ofegantes, nos contorcendo de prazer.
Ela estava deitada sobre o meu peito, eu permanecia de olhos fechados como se estivesse dormindo. Eu realmente estava com muito sono, mas tinha medo de que se eu dormisse ela iria embora. O celular dela tocou, ela levantou e senti o olhar dela para mim, permaneci de olhos fechados.
- Oi... Só um minutinho... – ela começou a caminhar pelo quarto, ao que tudo indica procurando o Hobby - Não, eu não estou na casa dele!
Ele no caso seria eu? Eu não conseguia escutar a pessoa do outro lado da linha.
- Eu não vou estragar tudo, ok – ela praticamente sussurrava ao telefone. - Depois eu falo com você.
Ela desligou o celular e beijou-me os lábios de leve. Ela foi embora.
Eu estava absurdamente confuso. Com quem ela falava? E era de mim que falavam? Eu ainda não tinha resposta para essas perguntas. Ainda. Eu estava decidido a descobrir o que estava acontecendo.

******************************************************
Olá pessoal!!
Aqui está mais um capítulo pra vocês...
Obrigada pelos comentários meninas!!!
Estamos já na contagem regressiva para o fim da fic.... E quando eu publicar o próximo capítulo abrirei uma enquete com nomes de fic para vocês votarem para decidimos qual será a próxima fic, isso se vocês quiserem uma próxima... Então comentem se querem ou não uma próxima fic okay!?
Beijoos e até qlqr hora!!!

3 comentários:

  1. Não sei se gosto da Vanessa. Ela está muito misteriosa.
    Pobre Zac!
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkkkk
    A vaness é doida
    :( q pena q já ta no fim
    E tenho certeza de q a sua próxima tbm vai ser 10;)

    ResponderExcluir
  3. tô cada vez mais confusa com as atitudes da Vanessa
    ela é muito estranha
    mas, então, é lógico que eu quero uma outra fic *-*
    amei o capítulo ♥♥♥
    posta mais,kisses

    ResponderExcluir