quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Capítulo 11

Ela parou na frente da minha mesa e posicionou as mãos em cima dela e foi abaixando o rosto lentamente até parar bem perto ao meu.
- Então me diga Zac... – ela colocou o rosto ainda mais próximo ao meu - O que foi que aconteceu?
Fiquei absolutamente sem palavras, impulsionei-me para frente tentando beijá-la, mas ela se esquivou e ficou novamente ereta na minha frente, com aquele olhar indecifrável. Ela dirigiu-se a porta lentamente e quando passou por ela virou-se novamente para mim.
- Não aconteceu nada Zac, ainda. – ela sorria maliciosamente enquanto fechava a porta.
Fiquei parado, estático olhando para a porta durante vários minutos. Nada? Como assim não havia acontecido nada? E o beijo no apartamento dela? E a noite incrível no meu?
Mas o que atordoava os meus pensamentos era o “ainda”. O que ela quis dizer com isso? E o fortão da festa? E porque ela insistia em não falar e não explicar absolutamente nada?
Acho que vocês puderam reparar o quanto estou extremamente confuso.
Segunda-feira é sempre um dia extremamente corrido e complicado. O jornal era exclusivamente sobre Politica e Economia. Temas não muito fáceis de lidar, mas que a nossa equipe dominava com maestria. O nosso diferencial era a participação feminina, homens e mulheres dividiam as mesmas funções, recebendo inclusive o mesmo salário. Um fato que ainda hoje não é comum, infelizmente. Vanessa era um bom exemplo disso, uma mulher competente e talentosa que merece estar aqui, e merece também reconhecimento pelo maravilhoso trabalho que faz.
A cada dia que passava mais eu a admirava como profissional, a desejava como mulher e não a compreendia como pessoa.
Fechamos a edição às 20h. Mas eu ainda iria revisar absolutamente tudo de novo.  Assim que acabei e encaminhei o jornal para a gráfica peguei o paletó e a minha pasta para ir para a casa. Com uma pontinha de esperança resolvi passar na sala dela para ver se ela novamente aguardava por mim. Mas a sala dela estava fechava.
(Dica do dia: Não crie expectativas, crie um dragão, um rinoceronte, um leão, uma cobra... qualquer um deles vai te ferir menos).
Enquanto passava pela rua caminhando lentamente ouvi um senhor que aparentava ser morador de rua com um violão na mão cantando, parei e escutei um trecho.
“E quando um certo alguém cruzou o teu caminho e te mudou de direção... Chego a ficar sem jeito mas não deixo de seguir, a tua aparição. E quando um certo alguém desperta o sentimento é melhor não resistir e se entregar...”
Era “Um Certo Alguém” do Lulu Santos, o toque de celular de Vanessa no dia que a gente se conheceu. Acho que se fossemos um casal essa deveria ser a nossa música, com toda a certeza. Deixei alguns trocados para o senhor que sorriu me agradecendo e segui o meu caminho embalado mentalmente pela música.
Entrei no elevador já sonolento, estava absurdamente cansado. Abri a porta e entrei, quando me virei para fechá-la fui impedido pela mão de Vanessa segurando a porta.
- Oi... – ela sorria lindamente.
Eu a observei da ponta dos pés até o último fio de cabelo. Ela estava descalça e vestia um hobby preto acima  do joelho.
- Não vai me convidar para entrar? – ela me olhava dentro dos olhos profundamente.
- Olha Vanessa, é tudo o que eu mais quero. Mas eu tenho medo de amanhã você novamente me dizer que não aconteceu nada.
- Você realmente parece ser diferente do que ela disse... – ela deu passo para trás como se estivesse arrependida do que disse.
- Ela quem afinal? Quem foi que te disse isso?
Ela não me disse nada deu dois passos para frente entrando no apartamento e fechou a porta atrás dela e aproximou-se de mim, colocou a mão na minha nuca e puxou os meus lábios para perto dos dela.
- Não faz isso comigo Vanessa...
- Porque não? Eu sei que você quer...
Ela tocou a ponta do nariz dela no meu, ela sabia que eu não resistiria.

******************************************************
Olá pessoal!!
Como prometido o capítulo aqui está mais um capítulo...
Se preparem porque ai vem um mais um capítulo hot kkkk 
Obrigada pelos comentários meninas!!!
Beijoos e até qlqr hora 

2 comentários:

  1. A vanessa é dois ou ela só ta testando ele jkkkkkk
    Amando ❤️

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, não é só o Zac que tá confuso
    eu tô aqui tipo assim "a Vanessa só pode ser bipolar ou coisa do tipo"
    amei o capítulo,posta mais,kisses

    ResponderExcluir